Hábitos diários para aumentar sua auto estima

Algumas das coisas mais básicas que você, mulher, pode fazer para melhor sua auto estima e sem bem estar consigo mesma, são ações simples do dia a dia que podem melhorar seu humor e fazer com que você se sinta muito confiante, o que qualquer uma de nós merece.

Lavar os cabelos: parece algo tosco, porém, a sensação de ter os cabelos limpos, cheirosos e bem lavados é algo que melhora – e muito – a vontade de sair de casa e enfrentar o dia, afinal, seu cabelo estará limpo e cheiroso, as pessoas vão reparar no seu cheiro diferenciado.

beleza-perfume-ideal-passar-local-73385

Pintas as unhas: você pode fazer em casa ou ir em algum salão, isso é algo que te dará muita beleza e aumentará sua energia interior, mesmo que não seja algo que possa ser tão reparado assim, mas você saberá que está com as unhas bem feitas e cuidadas, interferindo diretamente na sua confiança, veja exemplos para se inspirar aqui no link a seguir: http://www.portalparamulher.com/unhas-decoradas-tendencias/

Passar perfume: um ato simples e que vai de dar ainda mais personalidade interior e exterior, o hábito de passar perfume vai te deixar marcante em qualquer lugar que você for, as pessoas saberão que é você de longe, afinal, segundo muitas pessoas, o perfume é a identidade da pessoa, o que mostra qual é o seu estilo, mais romântico, mais casual, mais esportivo ou qualquer outro.

Escolher roupa: o fato de você se produzir ou procurar uma roupa no mínimo decente, vai te ajudar na sua auto estima, pois você está tirando um tempo seu para cuidar da sua aparência, você se sentirá mais segura ao sair de casa e não achará que as pessoas estão reparando em você pelos motivos errados, mas sim porque você está bonita e diferente do que é todos os dias.

A polêmica do Roacutan

A acne é um problema comum que afeta principalmente os jovens no período de transformação hormonal. Um dos medicamentos polêmicos no tratamento de espinhas é o Roacutan – nome comercial do tratamento com isotretinoina. De um lado, alguns defendem que as restrições severas do medicamento valem a pena ao resultado. Outros alegam que os efeitos […]